Introdução à Escrita árabe – Valores Instrumentais e Estéticos

Data: 6 a 17 Jan
Horário: segundas, quartas e sextas feiras das 16h30 às 21h00 | dia 6 de janeiro das 17h00 às 20h00 | dia 17 de janeiro das 16h30 às 20h30
Duração: 25h | 2 ECTS
Morada: NOVA FCSH (sala a designar)
Área: História Património e Cultura
Docente responsável: António José da Silva Botas Rei
Docente: Marta Pérez de Castro
Acreditação pelo CCPFC: Não
Aguarda Despacho do Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua.

Objetivos

Fornecer ao público-alvo informação cientificamente credível no que diz respeito à caligrafia árabe, e às variantes que são as expressões de diferentes culturas-base.
Capacidade técnica de domínio de uma escrita com uma plasticidade única, e utilizável por diferentes protagonistas, em diferentes áreas do conhecimento e da criatividade.

Público-alvo:

  • Artistas /Arquitetos / Pintores / Designers / Decoradores / Tatuadores;
  • Historiadores / Arqueólogos;
  • Público em geral.

Aprenda fácil a escrita árabe:

  • Escreva o seu nome, ou o de outra pessoa, em carateres árabes;
  • Identifique um achado arqueológico epigrafado;
  • Decore uma página, uma parede, um espaço, ou o que quiser;
  • Personalize uma prenda a oferecer.

Programa

Bloco A

TEORIA + PRÁTICA:  ESQUEMA BÁSICO DA ESCRITA ÁRABE ANDALUSÍ:

Aspetos técnicos: História, contexto, características. Articulação caligráfica. Especificidades fonéticas e gráficas.

  • 1º Sessão – Breve historia e origens da escrita árabe. Estruturas básicas, ordem, direção, ritmo. Letras isoladas, números e sinais auxiliares. Letras iniciais, médias e finais I;
  • 2º Sessão – Letras iniciais, médias e finais II. Grafia e som I;
  • 3º Sessão – Letras iniciais, médias e finais III. Provas de escrita.

BLOCO B 

TEORIA + PRÁTICA: ALJAMIADO(S):

O aljamiado: origem e desenvolvimento, do séc. XVI à atualidade. Sistema de transcrição árabe – português e português – árabe. Breves noções artísticas: a hurufiyya e usos na arte contemporânea.

  • 4º Sessão – A escrita árabe em idiomas não-árabes (persa, urdu, turco antigo, malaio…); O aljamiado: origem e desenvolvimento, do séc. XVI à atualidade; Sistema de transcrição árabe – português e português – árabe.; Exemplos de aljamiado português (séc. XVI e séc. XXI);
  • 5º Sessão – O aljamiado: o caso espanhol. Origem (do séc. XVI) e desenvolvimento até à atualidade;  Especificidades da fonética castelhana. Noções básicas da hurufiyya;
  • 6º Sessão – Usos na arte contemporânea. Provas de escrita andalusi e escrita aljamiada.

Requisitos prévios

Bloco de papel de desenho marcadores coloridos

Bibliografia

  • Dāghir, Sharbal, Arabic Hurufiya: Art and Identity, (trans. Samir Mahmoud), Skira, 2016.
  • Mir-Kasimov, O., Words of Power: Hurufi Teachings Between Shi.
  • Rei, António, “A ‘Mão de Fátima’. Uma imagem ritual islâmica de protecção”, Actas do Encontro ‘O Corpo e o Gesto na Civilização Medieval’, NCEM e IEM / FCSH – UNL, 2005, pp. 179-186.
  • Pérez de Castro, Marta, La letra árabe, historia y actualidad. XIV Simposio internacional / jornadas islámicas. U.S. -Ayuntamiento de Almonaster. (12-13 Octubre2018). Pendiente publicación.

docentes

António Rei – Investigador contratado no IEM / NOVA FCSH. Doutor em História Cultural e das Mentalidades Medievais (FCSH – Univ. Nova de Lisboa, 2007); Medievalista e Arabista. // Bolseiro da JNICT / FCT (1996-2019); Formador, registado no Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua (Univ. do Minho) com a sigla CCPFC/RFO-22092/07. Investigador no Departamento de Estudos Árabe e Islámicos – Facultad de Filología, Universidade Complutense de Madrid, (2008-2010) no Campo Arqueológico de Mértola (2011-2013); na Escuela de Estudios Árabes (CSIC), Granada (2015-2017); no Projecto DIAITA (Univ. Coimbra; Univ. Nova de Lisboa; UFRJ; UECamp), desde março 2015;. Docência:Univ. Nova de Lisboa: (2011-2012); UALG (2002- 2009); Univ. de Évora / Fundação Luís de Molina (2000-07).

Marta Pérez de Castro – Doutoranda na Universidade de Sevilha, em Arte e Património com a investigação “Al-Hurufiyya , la caligrafía árabe en el arte contemporáneo”. Pós-Graduações, Formações e Especializações. Idioma Árabe–Nivel A2–B1 / Instituto de Idiomas de la Universidad de Sevilla, En curso Curso de Formador de formadores de F.P. Reglada y Formación Continua / Universidad de Cádiz, 2019; Curso de Postgrado y especialización: “Moriscos: de la aljamía al archivo” / CSIC -Madrid, 2018; Licenciada en Bellas Artes. Especialidad Grabado y Diseño / Universidad de Sevilla, 2013.


Monday 6 January 2020 - Friday 17 January 2020

¿Te gusta Medievalitis? Ayúdanos con una pequeña donación. Do you like Medievalitis? Help us with a small donation.

Donar | GoFundMe

Estamos traduciendo Medievalitis

Necesitamos personas nativas, o con un alto conocimiento, de euskera y castellano. ¿Nos ayudas?

Más información