Adeus

Imagen Adeus

Medievalitis nasceu em 2016, quando recém chegado a Madrid, e antes mesmo de matricular-me no programa do doutoramento ou assinar o meu contrato na Complutense, pensei que uma web de notícias colaborativa poderia aportar muito ao medievalismo. Algo mais de quatro depois, trás voltar a Santiago de Compostela, sego a procurar jeitos de procrastinar para evitar enfrentar-me a tese e perguntando-me agora como poderia ter ajudado essa web ou que teria que ter feito para chegar a mais gente. Apesar de que muitos dos objetivos foram cumpridos, não chegou. Depois de quatro anos Medievalitis segue a ser um projeto insustentável, tanto em termos económicos como humanos. Por isso a viagem chega até aqui.

Quero dizer adeus dando as graças a todas as pessoas que tenhem colaborado de um modo ou outro: aconselhando-me, aguentando-me, subindo notícias, traduzindo, procurando apoios, financiando, doando, permitindo que se falasse sobre o projeto em livros ou seminários, divulgando o porta, etc. Realmente sodes muitas as pessoas às que estou agradecido. Contudo, fum incapaz de sacar adiante este projeto, que estava claramente por riba das minhas possibilidades. Faz falha mais tempo, mais dinheiro e, sobre tudo, muitas pessoas para que isto funcione. É necessário que desde as instituições ou desde as associações de Estudos medievais exista vontade para lançar e manter projetos como Medievalitis, que conectem [email protected] e estudantado e que divulguem o seu trabalho. Não precisamos de grupos de Facebook, dependentes de plataformas fechadas, boletins de correio que só falem do que fai quem os cria, nem plataformas gigantescas como H-Net onde só tenhem cabida grandes congressos internacionais. Necessitamos também que nos CV académicos seja valorado o trabalho feito em Humanidades Digitais, que seja atrativo para um humanista montar um projeto como este.

Ficam muitas ideias sem levar a cabo, como os blogues, a melhora da base de dados de ligações a ferramentas web ou outras muitas que ainda estavam a ser pensadas. Confio em que alguém poda tomar o relevo deste projeto e, desde este mesmo momento, oferecerei-lhe toda a minha ajuda e também os códigos escritos para Medievalitis.

No nível pessoal, estes anos fôrom geniais. Perdi muito tempo neste projeto, muito mais do que deveria, mas gostei. Aprendi e conheci muita gente; incluso tenho feito grandes amigas.

A web, o correio eletrónico e as redes sociais de Medievalitis ficam desde hoje congeladas. Seguirão disponíveis para consultas durante uns meses, mas não vão receber atualizações. A partir de hoje também ficam fechados os formulários para enviar notícias. Em abril de 2021 o domínio “medievalitis.com” desaparecerá, pelo que a web já não poderá ser consultada. Recomendo guardar pronto o que interesse e, a partir do fecha da web, consultar Medievalitis através do Wayback Machine de Arquive.org: https://web.archive.org/web/*/www.medievalitis.com. Para qualquer outra coisa, este é o meu correio pessoal: manuel.ma[arroba]posteo.net.

Moitas graças a todas e até sempre.